segunda-feira, 23 de março de 2009

Você está no comando.


Escuto sempre de um amigo meu. "Medo é um sentimento que não tenho"

Será mesmo?

Todos nós, em determinados momentos da vida, sentimos algum tipo de medo.
Após uma desilusão no amor, temos medo de amar novamente. Após uma grande tristeza, medo do que irá acontecer dali pra frente. Medo da violência, que está tão próxima da gente nos dias atuais e não conseguimos ter o mínimo de controle sobre ela.
Será que quem tem muito amor e não sabe administrar, não tem medo de perder? E quem não tem e busca desesperadamente afeto, não tem medo de ficar sozinho?
E quem é rico, não tem medo de perder tudo o que conquistou?
Ou será que as pessoas são assim, insensíveis ao ponto de não se preocuparem com nada?
De uma coisa eu tenho certeza, as pessoas são complexas, misteriosas, loucas, boas, más e todos estão sempre em busca de uma melhor compreensão de si mesmo. Ou não.
É incrível como às vezes olhamos pra alguém e imaginamos uma vida que na verdade a pessoa não tem. Projetamos nela a ilusão da perfeição da felicidade e sucesso e quando chegamos mais próximo a gente vê que essa tal felicidade não existe.
Todos nós temos problemas, às vezes brigamos com a família, com os filhos, com o marido, namorado, amigo, amiga, colega de trabalho.
O que não podemos é deixar o medo tomar conta das nossas atitudes. Sentir medo em determinados momentos da vida é bom, afinal é ele que vai nos fazer analisar se determinada situação é boa ou não. E ele que nos faz equilibrar o sentimento.
Precisamos aprender a vencer o medo usando o coração. Com certeza os caminhos ficarão mais claros e sólidos.
Eu acho que sou muito corajoso. Mas medo tenho e confesso. Tenho medo de perder o que conquistei, medo de me afastar de quem amo, medo de perder minha saúde. Medo da tão temida violência E para vencer esse medo, eu simplesmente não penso nele. Eu apenas tomos os devidos cuidados para não perder as coisas as quais conquistei.
De nada adianta você ter medo de perder um amor e não valoriza-lo. O medo é totalmente administrável.
Viver pautado no medo só vai trazer mais medo. Aprenda a encarrar ele como um sentimento saudável, que você consiga equilibrar o bom e mal, e assim tomar as atitudes necessárias para vencer esse sentimento em determinada situação.
Não tenha vergonha desse sentimento, mas também não deixe ele se tornar parte do seu dia-a-dia. Quando sentir medo, encare ele de frente, lute, vença e você verá que determinada atitude foi apenas mais uma barreira que você venceu na vida.
Determinados acontecimentos a gente não pode controlar. A única coisa que podemos é aceitar e continuar lutando, acordando todos os dias prontos para conquistar mais uma vitória.
E assim é a vida, cheia de surpresas, mas com muita coisa boa a nossa volta.
Basta a gente saber enxergar
O que vai nos tornar cada dia melhor é a maneira que a gente vai encarrar todos os acontecimentos de cada novo dia. Ficar parado reclamando não vai adiantar absolutamente nada.
Portanto não se faça de vítima. Você está no comando da vida, dos seus pensamentos e do seus atos.

4 comentários:

Incerta disse...

Sabe Fernando,
medo é uma coisa realmente complicada, se nao temos consciencia de controla-lo para utiliza-lo a nosso favor, ele acaba ocupando um espaço muito grande, nos impedindo de realizar as coisas. Ja sofri com isso e seu texto é altamente veridico, devemos saber o que queremos e o que nao queremos e fazer do medo algo saudavel.
grande abraço.
sua leitora sempre

Jonice disse...

Totalmente de acordo quanto a estarmos no comando. Como disse o Gandhi, o medo nos serve para alguma coisa, mas a covardia não. Tão diferentes, não é? Sempre um prazerler teus textos, Fernando!

Have a sweet nice weekend :)

Beijo

Evani Moreira disse...

O medo de se perder as coisas, a pessoa que se ama, o status conquistado, origina-se no falso orgulho. Na verdade, o que não queremos é que nossa imagem seja denegrida, receamos os comentários cáusticos das pessoas, as caçoadas, as provocações...esse tipo de medo é insano, foge do real. O fato, é que fracassamos vez por outra. Citando uma frase do filme "um bom ano"..."um homem deve ser grato pelas suas derrotas tanto quanto pelas suas vitórias...é inevitável perder de vez em quando; o truque é não fazer disso um hábito". Quanto ao conceito de que "é impossível ser feliz sozinho" acho que deve ser repensado...as pessoas assistem muito novelas que na verdade são esteriótipos do que na realidade seja uma vida a dois.
Um abraço a todos,

Evani Moreira.

Anônimo disse...

fernando adoro ler o que escreve o teu pensamento nos faz repensar em tudo que move a nossa vida o amor, o medo que muitas vezes e predominante na vida de todos nos principalmente naqueles que nao tem coragem de correr risco
bom final de semana
xeiro
de sua mais nova leitora Estefania