quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

O sim o não e o talvez

Vamos começar 2009!!!
Você já parou para pensar o poder do sim do não e do talvez?
O sim e o não estão ligados a tomada de decisão. E na vida para evoluirmos precisamos tomar decisões diariamente, seja no trabalho, no relacionamento, com os amigos e etc. Para mim sim e não representa evolução, escolha, mudança, seguir em frente. Significa acreditar e confiar no futuro, acreditar no seu potencial de decidir o que é bom para si.
Mais onde entra o talvéz? Para mim o talvéz significa parar no tempo. O talvéz é um mero expectador, pois, a vida não é feita de dúvida, a vida é feita de certezas, sejam elas construidas pelo sim ou pelo não.
E então, qual é a sua decisão?

4 comentários:

Juliana Castelo disse...

Fernando,
não vou te mentir... minha vida anda no talvez infelizmente! mas espero que com um inicio de um novo ano, isso melhore, e me dê estímulo para tomar minha decisão.
abraços

Evani Moreira disse...

Concordo contigo. O sim e o não são para pessoas esclarecidas, que sabem onde quer chegar. São para pessoas determinadas e maduras. O talvez para mim representa impresição, medo, insegurança e em muitos casos, uma desculpa para se omitir.Vou citar as palavras de Jesus em Mateus 5:37: "Deixai simplismente que a vossa palavra SIM signifique SIM, e o vosso NÃO, NÃO;pois tudo o que for além disso é do iníquo". Das palavras de Jesus eu concluo que o TALVEZ, não é de DEUS.
Abraços.

ylena.1030@hotmail.com disse...

Fernando,o sim é uma mera decisão que devemos tomar em nossa vida.Enquanto o não por mais que ás vezes doa é preciso dizer.
E o talvez é algo que ainda vai acontecer,mas é necessário que nós busquemos tomar sem ter medo e insegurança.
E sim sermos pessoas maduras,capacitadas e onde queremos chegar.
Beijos e Abraços.
Ylena.

Anônimo disse...

Existem momentos que andamos meio sim, outros meio não e os deprimentes e indecisivos, grandes jogadas em cima do muro, talvez. Fases que se vão e que voltam. O interessante é esquecer o talvez, sim e não e pronto! Abraços, Gabriela Birk